VEREADORES RENATO SAADE E CARECA PROTESTAM CONTRA HIDRELÉTRICA FURNAS

Escrito por Helinho Rodrigues em . Publicado em Notícias


Os vereadores Renato Ribeiro Saade e Wanderley Moreira de Carvalho – Careca – apresentaram na Câmara de Vereadores de Pedregulho, Moção de Protesto de 11 de março, contra a empresa Furnas Centrais Elétricas que agora integra o sistema Eletrobrás.

 

Os vereadores citaram que a Vila Residencial da Usina Engenheiro Luiz Carlos Barreto de Carvalho – conhecida como “Usina do Estreito”, hoje está completamente abandonada, com ruas esburacadas, falta de corte de grama e limpeza, além de entulhos que não estão sendo retirados.

Citam ainda, podas de árvores que não estão sendo realizadas, frequente falta de água potável, sistema de iluminação danificado.

Como se já não bastassem tantos problemas, ainda há falta de atendimento médico, segurança, haja vista a grande quantidade de assaltos, roubos, sequestros, tráfico de drogas que vem amedrontando os moradores, estamos à mercê da inércia dos administradores que estão sendo muito bem remunerados, sendo parte desses recursos fruto do suor e sofrimento de suas vidas para a construção e geração de energia.

RODOVIA ANTÔNIO GIOLO

Outra questão é a Rodovia Antônio Giolo, que liga a Rodovia Cândido Portinari à Vila Estreito. Ela se encontra bastante danificada, mal sinalizada, além de vegetação alta que inclusive impede a boa visão da pista, colocando em risco a vida dos que por ali trafegam, inclusive dos próprios gerentes que por ali transitam. Isto leva a crer que estes estão se locomovendo por outros meios de transporte (helicóptero), já que fazem “vista grossa” ao problema.

“Além do mais, há muito tempo não há atividades recreativas e de lazer para os moradores” citaram os vereadores.

Importante recordar que o cidadão daquele local paga seus impostos em dia, e procura sempre colaborar para o bom funcionamento da Vila. Infelizmente, a direção de Furnas não vem se atentando para os inúmeros apelos dos moradores, que muitas vezes se manifestam publicamente inclusive solicitando auxílio desta Casa de Leis, na esperança de terem suas dificuldades sanadas ou mesmo amenizadas. 

“Diante do exposto, submetemos a presente Moção à apreciação do Plenário, como forma de insatisfação e desacordo e certo de sua aprovação solicitamos que, sendo aprovada, seja enviada cópia à direção de Furnas para ciência”, finalizaram Careca e Renato.