APROVADO PLANO DECENAL DE EDUCAÇÃO PARA PEDREGULHO

Escrito por Imprensa em . Publicado em Notícias


A Câmara de Vereadores de Pedregulho aprovou na noite desta terça-feira (16/06) o Projeto de Lei do Prefeito José Raimundo de Almeida Júnior – Zezinho do Galego, estabelecendo o Plano Decenal de Educação do Município.

 

A aprovação ocorreu por unanimidade, com a presença do grupo de educadores que elaborou o PME em sessão extraordinária convocada pelo Presidente do Legislativo, Carlos Fernando Peracini. 
Emendas de autoria do vereador Renato Ribeiro Saade, que participou da Audiência Pública sobre o PME realizada na semana passada foram discutidas e aprovadas pelos educadores, pois tiveram a finalidade de melhorar ainda mais no PL.
Agora, segundo o Secretário de Educação – Antônio Carlos de Mendonça – Xóxa – o PME aprovado pela Câmara será sancionado pelo Prefeito e encaminhado ao Ministério da Educação para que Pedregulho cumpra a legislação pertinente e não perca as verbas do setor.
A sessão da Câmara foi considerada pelos vereadores como uma das mais produtivas da atual legislatura devido ao amplo debate ocorrido antes da votação, que deu tranquilidade aos parlamentares para a deliberação.
Participaram da sessão os vereadores: Carlos Fernando Peracini – DEM (Presidente), Renato Ribeiro Saade – PSC (vice-presidente), Raimundo Cleomar Lobão – PSDB (1º secretário), Wanderley Moreira de Carvalho – PDT (2º secretário), Maikon Deivis Bolonha (PMDB), Ezequiel Damião da Silva – Zeik (PSC), Eurípedes Vaz Rodrigues – Oripim Panfleteiro (PPS), Juarez da Silva Campos (PT), Fabiano Aparecido da Silva – Ditão (PSDB), Leila Abrão (PR) e Renato Ribeiro Saade (PSC). Ausente o vereador José Aílton Cândido da Silva (DEM). 
O QUE É - A meta do Plano Decenal é uma escola de qualidade, uma escola que efetivamente se transforme em agência promotora da cidadania, assegurando a cada criança a aquisição organizada de conhecimentos básicos necessários ao mundo de hoje, cada vez mais condicionado pelo progresso científico e tecnológico.
A partir do Plano Decenal, os direitos da criança às necessidades básicas de aprendizagem devem ser garantidos. A escola deverá assumir o papel constitucional de construção da cidadania. 
Para que isso aconteça é preciso que a comunidade participe da definição da política educacional e da gestão da escola, ajudando a sua melhoria e exigindo uma educação de qualidade.